Fale com Nossos Especialistas


(11) 4371-0660

Os impactos de ações de sustentabilidade para o varejo

A sustentabilidade - que antes era uma abordagem de nicho, ganhou força também no varejo. Nos últimos anos, tornou-se comum empresas assumirem iniciativas de responsabilidade social, como uma maneira de diminuir seu impacto ambiental.


Em 2017, a gigante da saúde Johnson & Johnson prometeu suprir 35% de suas necessidades energéticas a partir de fontes renováveis, enquanto a Coca-Cola comprometeu-se a recuperar pelo menos 75% das garrafas introduzidas no mercado já neste ano de 2020.


Este novo direcionamento não é exclusivo de gigantes. A Bárions Produções - fabricante de pequeno porte de materiais de comunicação visual, displays e cenografia de São Paulo, possui políticas rígidas de reciclagem, recuperando mais de 90% do lixo gerado na fase produtiva das peças.

Por que investir em sustentabilidade?

Porque é o que os consumidores esperam. Questões como mudanças climáticas, excesso de desperdício e práticas antiéticas de trabalho estão muito mais salientes do que costumavam ser, afetando diretamente nossos hábitos de consumo. 


Um estudo de 2017 da Cone Communications mostra que 87% dos americanos afirmam que preferem comprar produtos de empresas que defendem a responsabilidade social e ambiental. E, ainda mais significante, é o número de entrevistados que disseram boicotar empresas que agem de maneira contrária - 76%.


No Brasil, em pesquisa realizada pela Opinion Box, 55% dos entrevistados disseram que -  frequentemente ou sempre, dão preferência à empresas ou marcas reconhecidas por cuidar do meio ambiente. 


Por isso, as marcas precisam apresentar ações concretas e credíveis, enquanto varejistas menores lutam para se adaptar a essa nova exigência do mercado.


Porém, não importa qual é o tamanho do negócio, ações simples e fáceis de serem implementadas podem ajudar a sua empresas a caírem nas graças dos consumidores e ainda contribuir, de forma assertiva e consistente, com o meio ambiente.


1. Embalagens

A embalagem provavelmente é uma despesa necessária para os negócios e uma das evidências mais confiáveis de uma marca sustentável, independente de porte ou canais de vendas (online ou loja física). 


Obviamente, uma meta de 'embalagem zero' não é realista, já que empresas precisam transportar mercadorias com eficiência e protegê-las contra danos. Porém representam uma importante oportunidade para marcas e empresas, já que, de acordo com a Coleman Parkes Research, 88% dos consumidores desejam que as embalagens forneçam mais informações sobre sustentabilidade e 92% dos entrevistados optam por embalagens de papel em vez de plástico.


Embalagens sustentáveis não reduzem apenas seu impacto ambiental. É também uma maneira fantástica de diferenciar sua marca dos concorrentes. 

2. Sistema colaborativo

Quando as pessoas querem ser mais sustentáveis, muitas repensam suas decisões de compra como forma de deixar sua marca. De fato, 88% dos consumidores entrevistados querem que as marcas os ajudem a diminuir seus impactos no meio ambiente. Portanto, ajudar seus clientes a "compensar" o impacto de seus hábitos de varejo é altamente benéfico para seus próprios esforços de sustentabilidade. 


O showroom da Nike, produzido pela Bárions Produções conta com um smoosh - símbolo da marca, preenchido com produtos picados. Esses, foram descartados por consumidores finais, em lojas cadastradas, e agora receberão um destino correto.



A campanha do Itaú para o carnaval utilizou 30 kg de glitter biodegradável. A proposta é que, a medida que os blocos avançam, os foliões ‘peguem’ os brilhos da fachada. Desta forma, os foliões podem brilhar sem agredir o meio ambiente.


3. A sustentabilidade como parte da história

Vender a sustentabilidade como um produto ou serviço, de forma avulsa e sem uma relação profunda com a marca não engaja o consumidor. Em meio a uma onda de preocupações e mudanças de hábito para melhor proteção ambiental, o tema deve estar enraizado no negócio, fazendo parte da sua história e rotinas do dia a dia.

 

É aqui que o marketing de conteúdo entra em jogo. As mensagens dos canais de comunicação desempenham um papel importante na transformação de seus esforços de sustentabilidade em uma parte essencial da identidade da sua marca, criando espaço para responder a perguntas como os motivos que levaram a marca a adotar um modelo de negócios mais sustentável. 


A Colcci mantém displays de mesa, em madeira 100% rastreada, nos seus principais pontos de venda, a fim de apresentar e reforçar as medidas de sustentabilidade empregadas pela marca. 




As etiquetas são uma parte interessante deste processo de comunicação. Utilize-a para contar a história do produto, divulgando sua composição, formas correta de descarte e outras informações pertinentes. 


Um estudo da Asia Pulp & Paper constatou que mais de 80% dos americanos verificaram informações de sustentabilidade nos rótulos e 51% tinham maior probabilidade de recomendar uma marca ou produto se incluísse informações de sustentabilidade. Portanto, essa também é uma parte realmente importante da sua estratégia de marketing.


4. Exposição / Comunicação visual

Uma forma bastante consistente de comunicar o posicionamento da marca é via material de comunicação visual e PDV. 


Displays em madeira são a aposta da HB - que há alguns anos compõe o enxoval da marca. A Bárions Produções, produtor oficial das peças, garante a rastreabilidade da madeira e o descarte correto das sobras de material. 



A Maruri - líder em material de pesca, em parceria com a Bárions Produções - substitui 100% dos seus displays e expositores, antes fabricados em plástico injetado, por um modelo em MDF, com madeira certificada e impressão com tinta 100% green.



Para o showroom da nike a Bárions produziu um painel com tubos de papelão, de procedência comprovada e zero poluentes.



O Casal Garcia desenvolveu um balcão de exposição a partir de paletes reciclados.



Já a Porsche fez a opção de impressão da comunicação em tecido para todos os banners roll up da ação, reduzindo, então, o consumo de plástico em suas campanhas.



A Avon transmite sua preocupação apostando em impressão com tinta 100% green, favorecendo parceiros como a Bárions, que optam por utilizar esse recurso.


Negócio sustentável?

A melhor parte de ser uma marca mais sustentável é fazer parte da solução, com uma proposta de valor poderosa para consumidores cada vez mais conscientes. Isso mostra que você está ciente dos problemas sociais e ambientais que a sociedade enfrenta e deseja aliviar a maneira como contribui com eles. Esta é uma vitória para sua marca e para o planeta!

O que sua marca faz pelo meio ambiente? Quais estratégias você adota no dia a dia de suas operações? Confira o trabalho desenvolvido pela Bárions Produções e conte com a gente ;)